Planificación y presupuesto en instituciones financieras: un estudio en una institución de microfinanzas de Pernambuco (Brasil)

Autores/as

  • Herrisson Queiroz Neto Universidad Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • Carla Renata Silva Leitão Universidad Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

DOI:

https://doi.org/10.52292/j.eca.2019.1198

Palabras clave:

planificación, presupuesto empresarial, control gerencial, instituciones financieras.

Resumen

El artículo tiene como objetivo describir el proceso de elaboración del presupuesto en una institución financiera de Pernambuco. El presupuesto puede considerarse un instrumento esencial en la planificación financiera de una organización. Sin embargo, este instrumento necesita estar alineado con los objetivos institucionales, respaldando a los gestores en las decisiones. Para la realización de la investigación, se utilizó como método el estudio de caso, con levantamiento de los datos por medio de entrevista y análisis documental. Los resultados obtenidos revelaron la participación del cuadro funcional, en la etapa de planificación, así como la forma jerarquizada de seguimiento y control del presupuesto. Se puede todavía percibir que algunas características de las prácticas presupuestarias adoptadas por la Institución Financiera (en la elaboración, ejecución y control) están de acuerdo con aquellas encontradas en la literatura, como la alineación al plan estratégico y la comparación de los valores reales con los valores del presupuesto para control.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Alday, H. E. C. (2000). O planejamento estratégico dentro do conceito de administração estratégica. Revista da FAE, 3(2).

Atkinson, A. A., Banker, R. D., Karplan, R. S., & Young, M. (2000). Contabilidade gerencial. (2a ed.). (Management Accounting, Trad.). São Paulo: Atlas. (Obra original publicada em 1997).

Bacellar, G. S., Santos, R. L. dos, & Gimenes, R. M. T. (2010). Avaliação do orçamento empresarial como instrumento de controle de gestão: um estudo de caso em uma indústria de alimentos. Revista de Ciências Empresariais da UNIPAR, 11 (1), 95-122.

Carpes, A. M. da S., Oro, I. M., Eidt, J., & STERZ, R. (2016). Orçamento empresarial: uma investigação sobre as formas de acompanhamento orçamentário utilizadas pelas companhias catarinenses. Anais do XXIII Congresso Brasileiro de Custos, Porto de Galinhas, PE, Brasil.

Castanheira, D. F. R., Luporini, C. E., Sousa, A. F. de, & Rojo, C. A. (2012). O uso do orçamento empresarial como ferramenta de apoio à tomada de decisão e ao controle gerencial: um estudo comparado em indústria farmacêuticas de médio porte. Revista de Finanças Aplicadas, 1 (0), 1-20.

Cordeiro Filho, J. B. (2007). Orçamento como ferramenta de gestão: do orçamento tradicional ao Advanced Budgeting. In Anais do Congresso Brasileiro de Custos-ABC.

Dametto, D. A. (2013). O uso do orçamento empresarial como ferramenta de apoio à tomada de decisão e ao controle gerencial. Monografia apresentada como requisito para a obtenção do Grau de Bacharel em Ciências Contábeis da Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, Brasil.

Dantas, N. G. de S., & Melo, R. de S. (2008) O método de análise SWOT como ferramenta para promover o diagnóstico turístico de um local: o caso do município de Itabaiana/PB. Caderno Virtual de Turismo, 8 (1), 118-130.

Eisenbach, T. M., Haughwout, A., Hirtle, B., Kovner, A., Lucca, D. O., & Plosser, M.C. (2017). Supervising large, complex financial institutions: what do supervisors do? Economic Policy Review, 23 (1), 57-77.

Fernandes, D. R. (2015). Uma visão sobre a análise da Matriz SWOT como ferramenta para elaboração da estratégia. Revista de Ciências Jurídicas, 13(2).

Fernandes, I. G. M., Figueiredo, H. M., da Costa Junior, H. L., Sanches, S. G., & Brasil, Â. (2015). Planejamento estratégico: análise SWOT. Revista Conexão Eletrônica das Faculdades Integradas de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, 8 (01).

Frezatti, F. (2000). Orçamento empresarial: planejamento e controle gerencial. (2a ed.) São Paulo: Atlas.

Garrison, R. H., Noreen, E. W., & Brewer, P. C. (2013). Contabilidade gerencial. (14ª ed.). (C.de Brito, Trad.). Porto Alegre: AMGH. (Obra original publicada em 2012).

Gerhardt, T. E., & Silveira, D. T. (2009). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: UFRGS.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. (4a ed.) São Paulo: Atlas.

Gomes, J. S., & Amat, J. M. (1995). Controle de gestão: um enfoque contextual e organizacional. II Congresso Brasileiro de Gestão Estratégica de Custos, Campinas, SP, Brasil.

Guimarães, S. P. (2008). O mundo multipolar e a integração sul-americana. Temas & Matizes, 7 (14), 58-72.

Hendrati, B. G. (2017). Pasar uang antarbank degan prinsip syariah. Jurnal Ekonomi Syariah – JES, 2 (1), 266-274.

Ishisaki, N. (2003). A utilização do orçamento empresarial: um estudo em empresas da região do Vale do Paraíba – SP. Dissertação de Mestrado em Administração de Empresas, Universidade de Taubaté, Taubaté, SP, Brasil.

Lakićević, A., Knežević, S., Stanković, A., & Dmitrović, V. (2014). Internal controls in the function of raising of managemente quality in banks. 389-399.

Lavarda, C. E. F., & Pereira, A. M. (2011). Planejamento e controle orçamentário empresarial como ferramenta de apoio à tomada de decisão. Revista ABCustos Associação Brasileira de Custos, 6 (1), 39-56.

Leland, J. G. (2003). Strategic Budgeting. The Journal of Government Financial Management, 52 (1), 44-52.

Leite, R. M., Cherobim, A. P. M. S., Silva, H. de F. N., & Bufrem, L. S. (2008). Orçamento empresarial: levantamento da produção científica no período de 1995 a 2006. Revista Contabilidade & Finanças – USP, 19 (47), 56-72.

Lunkes, R. J. (2003). Orçamento contínuo: uma alternativa ao processo orçamentário. Revista Brasileira de Contabilidade.

Lunkes, R. J., Feliu, V. M. R., & Rosa, F. S. da. (2011). Pesquisa sobre o orçamento na Espanha: um estudo bibliometrico das publicações em contabilidade. Revista Universo Contábil, 7 (3), 112-132.

Mohamed, I. A., Evans, K., & Tirimba, O. I. (2015). Analysis of the effectiveness of budgetary control techniques on organizational performance at Dara-Salaam bank headquarters in hargeisa Somaliland. International Journal of Business Management and Economic Research – IJBMER, 6 (6), 327-340.

Monteiro, L. M. N. (2016). Orçamento empresarial: uma ferramenta para tomada de decisão em uma empresa no ramo de concessionária de veículos. REPAE – Revista Ensino e Pesquisa em Administração e Engenharia, 2 (1).

Nascimento, A. R. do. (2006). Avaliação do orçamento como instrumento de controle de gestão: um estudo de caso em uma indústria de fertilizantes. Anais do XXII SIMPEP, Bauru, SP, Brasil.

Peleias, I. R., Elias Neto, J., Segreti, J. B., & BRITO, O. S. de. (2008). Beyond Budgeting – percepções e adaptabilidade ao varejo bancário Brasileiro: estudo de caso. Anais do XV Congresso Brasileiro de Custos, Curitiba, PR, Brasil.

Ribeiro, D. F., Silva, W. R., Almeida, S. F., & Almeida, P. L. P. (2007). A Elaboração Orçamentária como Ferramenta de Planejamento e Controle Financeiro: o Caso do Consórcio Natural Fashion em Campina Grande. Anais do IV Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia. Resende, SP, Brasil.

Ribeiro, M. D. P. M. (2012). Planejamento por cenários: uma ferramenta para a era do conhecimento. Revista Intersaberes, 1 (1), 186-202.

Rickards, R. C. (2006). Beyond budgeting: Boon or boondoggle? Investment Management and Financial Innovations, 3 (2), 62-76.

Santos, M. C., & Fernandes, M. E. B. A. (2015). A ferramenta analise SWOT no processo de formulação das ações estratégicas nas pequenas empresas. Revista Fatec Sebrae em debate-gestão, tecnologias e negócios, 2 (02), 111-111.

Shim, J. K., Siegel, J. G. & Shim, A. I. (2012). Budgeting basics and beyond. (4a ed.). New Jersey: John Wiley & Sons, Inc.

Silva, K. M. (2009). Orçamento empresarial: um estudo descritivo em empresas pertencentes ao comitê de fomento industrial de Camaçari. Dissertação de Mestrado em Ciências Contábeis, Universidade Federal da Bahia – UFBA. Salvador, BA, Brasil.

Suave, R., Pinto, H. M.; Codesso, M. M., & Lunkes, R. J. (2013). Práticas de orçamento nos processos de planejamento e execução: um estudo em bancos comerciais públicos do Brasil. Anais do XX Congresso Brasileiro de Custos, Uberlândia, MG, Brasil.

Van der Stede, W. A. (2001). Measuring ‘tight budgetary control’. Management Accounting Research, 12 (1), 119-137.

Vanzella, C., & Lunkes, R. J. (2006). Orçamento Baseado em Atividades: um estudo de caso em empresa distribuidora de energia elétrica. Revista Contabilidade Vista & Revista, 17 (1), 113-132.

Vercezi, F. S. (2003). Variáveis relevantes no planejamento e orçamentação em nível de agências de uma instituição financeira na perspectiva do modelo de gestão econômica. Dissertação de Mestrado em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Florianópolis, SC, Brasil.

Vieira, M. T. (2015). Orçamento empresarial: um estudo de caso em uma indústria fabricante de acessórios automotivos. Monografia apresentada como requisito para a obtenção do Grau de Bacharel em Ciências Contábeis da Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, Brasil.

Publicado

2019-11-05

Cómo citar

Neto, H. Q., & Leitão, C. R. S. (2019). Planificación y presupuesto en instituciones financieras: un estudio en una institución de microfinanzas de Pernambuco (Brasil). Escritos Contables Y De Administración, 10(1), 97–124. https://doi.org/10.52292/j.eca.2019.1198

Número

Sección

Artículos de investigación científica